sábado, 30 de outubro de 2010

John Piper - A Luta pela Alegria

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A chave da vida

Achei essa música muito interessante do Apocalipse 16- A chave da vida.


A chave da vida está em sua mão, em sua mão está o poder da decisão 

Viver eternamente ou morrer eternamente, escolha o que quer, escolha sabiamente, a chave da vida, a chave da morte é você quem faz sua sorte, a primeira chave abre a porta certa, a primeira chave é a opção correta, atrás dela existe um caminho no qual ninguém quer andar, caminho esse que tudo que é errado pode te afastar, atrás dessa porta desse caminho estará protegido contra as ciladas preparadas para te matar, o pó a pedra, a erva não conseguirão te afeta escolha a chave certa e fique livre do inferno, escolha a chave errada e vai queimar no fogo eterno a chave da vida está em sua mão em sua mão está o poder da descisão.

A chave da vida está em sua mão, em sua mão está o poder da decisão 

Ok otário que escolheu a chave errada atrás da porta que ela abre existe uma larga estrada, venha para o mundo do jogo, venha para o mundo do vicio, esse caminho termina num infindável precipicio, eu digo você vai cada vez mais se afundar, as prostitutas e o dinheiro não vão poder te ajudar, em cada esquina uma ave de rapina espreitará sua cabeça esperando que sua carne apodreça para devorar, continua siga em frente, você fez sua escolha, continue siga em frente ou então pare e morra, morrer você vai, quem vai ajuda-lo nem mesmo seus pais poderão livrá-lo, o preço da escolha será pago o predador está no seu encalço optou pela alternativa ilusória que não passa de uma farça, a sua chave lhe abriu a porta de desgraça, agora o que fazer, agora abra mão de correr infelizmente você fez mal uso do seu poder, não há como retroceder.

A chave da vida está em sua mão, em sua mão está o poder da decisão 

Evangélho de joão capitulo dez versiculo nove, se duvida comprove isso o Senhor te dá uma lição ensinando e nos dizendo que Ele é a porta da salvação a chave da vida está em sua mão, não há fuga não existe escape pegue a chave certa antes que seja tarde, a chave da vida está em sua mão em sua mão está o poder da decisão.





Eaí! qual chave você escolhe?

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

terça-feira, 26 de outubro de 2010

John Piper - Faça Guerra

O mundo dentro da igreja.

Bom, você deve saber de uma coisa.
Eu não vou questionar o estilo de ninguém, vou questionar DE ONDE VEM o estilo, que é bem diferente.
Quando vou na vigília da minha igreja, parece que eu estou num show do restart, do que numa igreja.
Jovem, você tem que entender o que significa separado ou estrangeiro no mundo, separado quer dizer que você foi separado do pecado, do mundo. Estrangeiro, quer dizer que você mora neste mundo, mas NÃO pertence a ele.
Indico que você assista o vídeo que postei aqui no blog-
SEDE SANTOS  .
Prosseguindo, vamos ler 1 João 2.15 " Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele;"  Veja que está escrito bem claro, que não devemos amar o mundo e nem O QUE HÁ no mundo, ou seja, o que há no mundo?
- Moda colorida, fama, música ao qual não vem do Espírito Santo.
 Estava pesquisando e veja os significados dessas pulseirinhas " fio de telefone" que se não me engano foi o restart que lançou. Você pode até dizer que não tem nada haver,que você só gosta do estilo e não tem nada de mal ; mas eu não sigo aquilo que EU acredito que não tem nada haver, sigo Aquele e as vontades dEle na minha vida, e o que mostra na Sua palavra que isso "tem tudo haver". Significado das Pulseiras "Fio de Telefone"

sábado, 23 de outubro de 2010

Leitores.

Eaí gente! Hoje não tive tempo de postar no Blog, mas fiquem preparados porque logo irei fala sobre um assunto que acredito que será "polêmico". Vou dar uma pista, o tema vai ser "O mundo entrando na igreja".
e muitas outras pregações,que postarei, para que você venha adquirir mais conhecimento espiritual.
Quem quiser me seguir no Twitter @Jengrayze

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Carta de Um Ateu

Para os ateus, e serve muito também para aquele que acredita em Deus.

SEDE SANTOS - Paulo Junior

Só este vídeo já basta, porque é incrível. Mas quero também lhe dizer algo, digo para você que é ou se intitula um cristão. Você mora neste mundo, mas não pertence a ele.(Hebreus 11.13) aqui na terra é apenas um tempo passageiro. Somos ESTRANGEIROS NESTE MUNDO.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Não seja multidões



Zaqueu subiu a uma árvore para poder avistar(chamar atenção) de Jesus por causa da multidão! Mas nem toda multidão que estava em volta de Jesus podia O velo, imagine aqueles que estavam ao arredor de Jesus não podia avistá-lO ! E porque não fizeram algo para também chamar a atenção de Jesus? Porque talvez muitos que estavam ali, só queriam a cura o milagre ou por comodismo.

Hoje em dia todos são “crentes” todos são evangélicos! Mas quantos são os “Zaqueus”?
Ou melhor, salvos? Às vezes você murmura como aqueles que murmuraram no versículo 7"E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador"  Aqui a multidão estava murmurando porque Jesus iria entrar na casa de Zaqueu (lucas19.7)

As vezes você pode dizer ou pensar: “Oh! Porque Deus é com aquele irmão ali?” ou “ Eu estou na igreja a tanto tempo!” talvez você tenha deixado de ser ou nunca foi um Zaqueu, e está fazendo parte da multidão acomodada. Qual tem sido a diferença em sua vida? Você pode me responder: “Eu vou à igreja” Eu te digo que isto não é diferença.
Pois hoje em dia muitos vão à igreja! A vários religiosos por aí... Você pode pensar “Mas Zaqueu só subiu numa árvore”, mas lembre-se que ele já era adulto ele era chefe e rico! E toda a multidão estava “em terra firme”, ou melhor, fazendo a mesma coisa. Ele se humilhou, não tinha ninguém ali com ele, ele era o diferente.
E o que aconteceu com Zaqueu? Alcançou a salvação(lucas19.9) Talvez muitos entre esta multidão tenham alcançado a cura o milagre, tenha se libertado! Mas será que alcançaram a salvação? Não seja mais um que só vai à igreja ou que se intitula evangélico, faça mais para Deus.


quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Leitores.

Está gostando do blog? não gostou, ou não concordou com algo?
Está em dúvida sobre algum assunto bíblico?
Mande um e-mail para jennifer-lola@hotmail.com

Conforto

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Torta de Deus (God´s Pie)

Qual tamanho tem sido o pedaço de sua torta? assista e entenda.

Não subestime o diabo.


Uma vez, estava o diabo batendo na porta da casa de uma mulher, e todo dia a mulher mandava ele embora falando: "Pare de me incomodar", "Vá embora"... e isso se prolongou por muitos dias, e o diabo não cessava.
Certo dia, a mulher se cansou e resolveu perguntar ao diabo: "o que você quer?", " quero colocar este prego na sua parede" disse o diabo; "Ah! era só isso? porque não falou antes!?" , "Aí você vai parar de me incomodar?", "Sim" disse ele. E foi o diabo colocar o prego na parede da casa da mulher.
No outro dia, chegou o diabo botando porta abaixo, no prego ele pendurou uma carniça e se sentou no sofá,
e a mulher  com raiva e ao mesmo tempo assustada disse " Que isso diabo? vá embora!!!", "Não, aquele prego ali é meu" disse ele.



Moral da história: As vezes deixamos, passar algo na nossa vida que achamos que é apenas um "detalhe".
E este "detalhe" é a entrada que o diabo usa para entrar  na sua vida. Na história vemos que era apenas um preguinho numa casa, e naquele prego o diabo pendurou uma carniça a qual espalhou seu fedor por toda a casa, era direito dele entrar naquela casa, tinha algo lá dentro que lhe pertencia. Não deixe que pequenas coisas do mundo entre e influencie a sua vida. Não deis lugar ao diabo (efésios 4.27)

domingo, 17 de outubro de 2010

Desligue seu ídolo



As vezes achamos que ídolos são só pessoas ou uma imagem, mas ídolo também é aquilo que ocupa
o lugar de Deus em tua vida, assista o vídeo e entenda.

sábado, 16 de outubro de 2010

99 Balões


Muito emocionante e inspirador este vídeo.

Pecado oculto

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça (1joão 1:9)




Nós cristãos, sempre pedimos perdão para o Pai, por nossos pecados. E isso está certíssimo, mas  pode existir pecados ao qual não conhecemos, você pode se perguntar "como assim?" 
Exemplo: Quando você não conhecia Jesus, você mentia, roubava, blasfemava. Você não sabia que era pecado, mas isso nunca deixou de ser pecado pelo fato de você não saber.
Hoje que você O conhece, você não faz mais isso, mas podemos cometer alguns pecado  sem ao menos perceber, como: murmurar, fofocar, cobiçar e outros ao qual achamos que é "bobagem" que Deus "entende". Mas continua sendo pecado você aceitando, não conhecendo ou não.
Por isso devemos orar como Davi:" quem há que possa discernir as próprias  faltas? Absolve-me das que me são ocultas" (salmos 19.12)


Quando ele diz "faltas" ele se refere ao pecado, portanto peça a Deus perdão pelos pecados manifestos, e os ocultos ao qual você ainda desconhece.

Acorde Igreja

Compartilhe este vídeo! pregação muito abençoada

Não desperdice sua bíblia

img"cristão primitivos sem ter uma página do livro que você negligencia, eram capazes de morrer pelas verdades nela contida"



Jovem cristão é preso por possuir um exemplar do Novo Testamento
  
IRÃ (2º) - Um cristão iraniano está sendo mantido na prisão de Evin somente por possuir uma Bíblia.

O fato foi revelado pelo pai de Ali Golchin, em uma conversa telefônica com a rádio Voice of America (VOA).

O pai de Ali contou que a única razão de seu filho estar na prisão é porque encontraram um Novo Testamento em sua casa, e ele ficou surpreso com o fato de que possuir uma Bíblia é compreendido como um crime grave.

A FCNN disse que Ali foi submetido a duros interrogatórios durante esse período. A família de Ali está sendo ameaçada pelo governo, e alertada a não possuir um advogado ou entrar em contato com organizações internacionais. Ali ainda não foi acusado de nenhum crime.

A rádio Voice of America (VOA) realizou uma entrevista telefônica com o pai de Ali, Mohsen Golchin.

O representante da VOA começou perguntando a Mohsen sobre as circunstâncias envolvendo a prisão de seu filho.

“Meu filho foi preso no dia 29 de abril de 2010. A razão de sua prisão foi a descoberta de um Novo Testamento no porão de nossa casa. Foi por isso que eles o prenderam. Eu sou cristão, e meu filho nasceu em uma família cristã. Eu quero saber por que é crime possuir um Novo Testamento. Os oficiais do governo revistaram minha casa e, além do Novo Testamento, ainda levaram outros livros pessoais”.

“As únicas informações que tenho sobre meu filho é que ele está sofrendo de solidão, e ainda é mantido longe dos outros prisioneiros, em uma solitária. Durante esses meses, só pude visitá-lo por 10-15 minutos”, conta Mohsen.


Ore por estes cristão perseguidos, e lembre-se o Brasil é um país livre! não desperdice sua bíblia leia, medite na Palavra de Deus

Motivação dos jovens

Esta imagem já diz tudo! os jovens hoje só querem saber de pular, dançar "na presença de Deus".
Mas quando o assunto é: jejuar, orar e adorar não dão o menor crédito, a sua motivação não tem que ser o que a maioria faz, sua motivação tem que ser Jesus. Logo se sua motivação for o Senhor Jesus você irá adquirir comunhão com o Pai celeste, e crescimento espiritual pois não vai importar se o seu "grupinho de amigos" não estão mais indo na igreja, se sua família não quer aceitar a Jesus. Pois a sua maior Motivação está com você que é o Senhor Jesus, portanto te digo : ore mais, jejue mais, adore mais o Rei dos rei, busque ter comunhão com Ele. O véu já foi rasgado (lucas 23:45) você pode entra na presença de Deus quando quiser, basta você querer. Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto (isaías55.6)

A LADRA PERFEITA


sexta-feira, 15 de outubro de 2010

A dor da crucificação

Muitas vezes, pensamos assim: " Jesus deve ter sofrido na cruz", e é verdade ele sofreu.
mas desconhecemos o quanto ele sofreu! Leia agora no texto a seguir o quanto foi doloroso o que nosso Senhor sofreu por você!(e por mim). O texto é grande mais te digo que vai valer a pena, vai servir de crescimento espiritual. 



Jesus entrou em agonia no Getsemani e seu suor tornou-se como gotas de sangue a escorrer pela terra. O único evangelista que relata o fato é um médico, Lucas. E o faz com a precisão de um clínico.



Os soldados despojam Jesus e o prendem pelo pulso a uma coluna do pátio. A flagelação se efetua com tiras de couro múltiplas sobre as quais são fixadas bolinhas de chumbo e de pequenos ossos. Os carrascos devem ter sido dois, um de cada lado, e de diferente estatura.

Golpeiam com chibatadas a pele, já alterada por milhões de microscópicas hemorragias do suor de sangue.
A pele se dilacera e se rompe; o sangue espirra. A cada golpe Jesus reage em um sobressalto de dor. As forças se esvaem; um suor frio lhe impregna a fronte, a cabeça gira em uma vertigem de náusea, calafrios lhe correm ao longo das costas. Se não estivesse preso no alto pelos pulsos, cairia em uma poça de sangue.

Depois o escárnio da coroação.
Com longos espinhos, mais duros que os de acácia, os algozes entrelaçam uma espécie de capacete e o aplicam sobre a cabeça. Os espinhos penetram no couro cabeludo fazendo-o sangrar (os cirurgiões sabem o quanto sangra o couro cabeludo).

Pilatos, depois de ter mostrado aquele homem dilacerado à multidão feroz, o entrega para ser crucificado.

Colocam sobre os ombros de Jesus o grande braço horizontal da Cruz;
pesa uns cinqüenta quilos. A estaca vertical já está plantada sobre o Calvário.

Jesus caminha com os pés descalços pelas ruas de terreno irregular, cheia de pedregulhos. Os soldados o puxam com as cordas. O percurso é de cerca de 600 metros. Jesus, fatigado, arrasta um pé após o outro, freqüentemente cai sobre os joelhos. E os ombros de Jesus estão cobertos de chagas.

Quando ele cai por terra, a viga lhe escapa, escorrega, e lhe esfola o dorso.

Sobre o Calvário tem início a crucificação. Os carrascos despojam o condenado,
mas a sua túnica está colada nas chagas e tirá-la produz dor atroz.
Quem já tirou uma atadura de gaze de uma grande ferida percebe do que se trata. Cada fio de tecido adere à carne viva: ao levarem a túnica, se laceram as terminações nervosas postas em descoberto pelas chagas.

Os carrascos dão um puxão violento. Há um risco de toda aquela dor provocar uma síncope, mas ainda não é o fim. O sangue começa a escorrer.

Jesus é deitado de costas,
as suas chagas se incrustam de pé e pedregulhos.

Depositam-no sobre o braço horizontal da cruz. Os algozes tomam as medidas.

Com uma broca, é feito um furo na madeira para facilitar a penetração dos pregos. Os carrascos pegam um prego (um longo prego pontudo e quadrado), apóiam-no sobre o pulso de Jesus, com um golpe certeiro de martelo o plantam e o rebatem sobre a madeira. Jesus deve ter contraído o rosto assustadoramente. O nervo mediano foi lesado.

Pode-se imaginar aquilo que Jesus deve ter provado; uma dor lancinante, agudíssima, que se difundiu pelos dedos, e espalhou-se pelos ombros, atingindo o cérebro. A dor mais insuportável que um homem pode provar, ou seja, aquela produzida pela lesão dos grandes troncos nervosos: provoca uma síncope e faz perder a consciência. Em Jesus não. O nervo é destruído só em parte: a lesão do tronco nervoso permanece em contato com o prego: quando o corpo for suspenso na cruz, o nervo se esticará fortemente como uma corda de violino esticada sobre a cravelha. A cada solavanco, a cada movimento, vibrará despertando dores dilacerantes. Um suplício que durará três horas.

O carrasco e seu ajudante empunham a extremidade da trava; elevam Jesus, colocando-o primeiro sentado e depois em pé; conseqüentemente fazendo-o tombar para trás, o encostam-se à estaca vertical.

Depois rapidamente encaixam o braço horizontal da cruz sobre a estaca vertical. Os ombros da vítima esfregam dolorosamente sobre a madeira áspera.
A ponta cortante da grande coroa de espinhos penetram o crânio.

A cabeça de Jesus inclina-se para frente, uma vez que o diâmetro da coroa o impede de apoiar-se na madeira. Cada vez que o mártir levanta a cabeça, recomeçam pontadas agudas de dor. Pregam-lhe os pés.

Ao meio-dia Jesus tem sede. Não bebeu desde a tarde anterior. Seu corpo é uma máscara de sangue. A boca está semi-aberta e o lábio inferior começa a pender. A garganta, seca, lhe queima, mas ele não pode engolir. Tem sede.
Um soldado lhe estende sobre a ponta de uma vara, uma esponja embebida em bebida ácida, em uso entre os militares. Tudo aquilo é uma tortura atroz. Um estranho fenômeno se produz no corpo de Jesus. Os músculos dos braços se enrijecem em uma contração que vai se acentuando: os deltóides, os bíceps esticados e levantados, os dedos, se curvam. É como acontece a alguém ferido de tétano. A isto que os médicos chamam tetania, quando os sintomas se generalizam: os músculos do abdômen se enrijecem em ondas imóveis, em seguida aqueles entre as costelas, os do pescoço, e os respiratórios. A respiração se faz, pouco a pouco mais curta. O ar entra com um sibilo, mas não consegue mais sair. Jesus respira com o ápice dos pulmões. Tem sede de ar: como um asmático em plena crise, seu rosto pálido pouco a pouco se
torna vermelho, depois se transforma num violeta purpúreo e enfim em cianítico.

Jesus é envolvido pela asfixia. Os pulmões cheios de ar não podem mais se esvaziar. A fronte está impregnada de suor, os olhos saem fora de órbita.

Mas o que acontece? Lentamente com um esforço sobre-humano, Jesus toma um ponto de apoio sobre o prego dos pés. Esforça-se a pequenos golpes, se eleva aliviando a tração dos braços. Os músculos do tórax se distendem.

A respiração torna-se mais ampla e profunda, os pulmões se esvaziam e o rosto recupera a palidez inicial.

Por que este esforço? Porque Jesus quer falar: "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem". Logo em seguida o corpo começa afrouxar-se de novo, e a asfixia recomeça. Foram transmitidas sete frases pronunciadas por ele na cruz: cada vez que quer falar, deverá levar-se tendo como apoio o prego dos pés. Inimaginável! Atraídas pelo sangue que ainda escorre e pelo coagulado, enxames de moscas zunem ao redor do seu corpo, mas ele não pode enxotá-las. Pouco depois o céu escurece, o sol se esconde: de repente a temperatura diminui. Logo serão três da tarde, depois de uma tortura que dura três horas.

Todas as suas dores, a sede, as câimbras, a asfixia, o latejar dos nervos medianos, lhe arrancam um lamento: "Meu Deus, meu Deus, porque me abandonastes?". Jesus grita: "Tudo está consumado!". Em seguida num grande brado diz: "Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito". E morre. Em meu lugar e no seu.